AGIR – Programa de Acções para uma Governação Inclusiva e Responsável

Oxfam IBIS, Intermediária eo #PROGRAMAAGIR, e Parceiros Organizam a IV Edição do Maputo Internet Fórum (MIF)

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on print
Print
Share on email
Email

Decorre hoje, 17 de Outubro, no Complexo Pedagógico da Universidade Eduardo Mondlane a IV edição do Maputo Internet Fórum, uma plataforma de diálogo e promoção do uso da internet em processos de democracia e desenvolvimento, envolvendo diferentes actores da sociedade, nomeadamente governantes, sector privado, sociedade civil, activistas da liberdade de expressão, representante das comunidades, estudantes e demais.

Esta quarta edição do Maputo Internet Fórum é realizada em paralelo com as comemorações do dia mundial do direito à Informação, celebrado a 28 de Setembro. O MIF 2018 é organizado pelo Centro de Informática da Universidade Eduardo Mondlane (CIUEM) e pelo Centro de Apoio à informação e Comunicação Comunitária (CAICC), este último parceiro do #ProgramaAGIR, através do subprograma de Acesso à Informação e Engajamento do Cidadão (AICE), coordenado pela OXFAM IBIS.

A realização do MIF tem como objectivo principal dinamizar o uso da internet nos diferentes actores sociais (Governantes, sociedade civil, sector privado, academia), de modo a influenciar à concepção das agendas politicas, sociais e económicas do País e espera-se que durante o evento de um dia, sejam identificadas plataformas de cooperação e acesso à informação entre instituições públicas, sociedade civil e sector privado, partilhados os mecanismos de uso da Internet como forma de exercer a liberdade de expressão e impulsionadas plataformas de engajamento de Jovens (Homens e Mulheres) no uso da internet.

Marie Andersson de Frutos, Embaixadora da Suécia em Moçambique, e na qualidade de representante dos doadores do #ProgramaAGIR, reiterou a importância da internet em processos de desenvolvimento. Segundo a mesma, “O acesso à internet tem a ver também com o acesso à informação e com a participação dos cidadãos nos processos de desenvolvimento de um país”.

Por sua vez, o Ministro da Ciência, Tecnologia, Ensino Superior Profissional, Jorge Nhambiu, lembrou que o Governo de Moçambique está comprometido com o desenvolvimento do sector da informática, tendo aprovado a Política de Informática, em 2000 e a respectiva estratégia de implementação em 2002, a estratégia do governo electrónico em 2006, a lei das transacções electrónicas aprovada em 2016, a política para a sociedade de informação, que foi aprovada em 2017, entre outros instrumentos de política e de regulamento do uso das tecnologias de informação e comunicação no geral e da internet em particular.

O MIF decorre no Campus Universitário da Universidade Eduardo Mondlane em Maputo (complexo pedagógico) e conta com cerca de 100 participantes.

O Programa AGIR – Acções para uma Governação Inclusiva e Responsável –é um programa de apoio à sociedade civil em Moçambique, cuja segunda fase (2015-2020) tem uma duração de seis anos, tendo como doadores a Embaixada da Su

Outros artigos:

agir

agir

O AGIR – Acções para Uma Governação Inclusiva e Responsável, é um programa de apoio e capacitação das Organizações da Sociedade Civil (OSC´s) Moçambicanas, cuja primeira fase de implementação decorreu de 2010 a 2014. Desde Janeiro de 2015 até Dezembro de 2020 decorre a segunda fase, com a duração de seis anos, tendo a Embaixada da Suécia como seu principal financiador, com apoio suplementar das Embaixadas da Dinamarca e Países Baixos.

Deixe o seu comentário

Close Menu