AGIR – Programa de Acções para uma Governação Inclusiva e Responsável

30 de Julho- Comemoração do Dia Mundial da Luta Contra o Tráfico de Pessoas

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on print
Print
Share on email
Email

A Rede CAME (Rede Contra Abuso de Menores) emerge do movimento juntos por uma criança feliz que congrega mais de 30 organizações da Sociedade Civil e confissões religiosas que a 21 anos participou e congratulou o Governo no trabalho de Reforma Legal sobre a Criança, que culminou com a aprovação das Leis 6/2008- Lei sobre o Tráfico de Pessoas, 7/2008- Lei de Bases de Protecção da Criança e 8/ 2008- Lei da Organização Jurisdicional de Menores.

Passados 21 anos após a aprovação da Lei sobre tráfico humano 7/ 2008, o Governo e a Sociedade Civil tem envidado esforços com vista a prevenção e combate ao tráfico, a destacar, o facto da Rede CAME ter sido nomeada como representante das organizações da sociedade civil no Grupo Nacional de Referência Contra Tráfico e Protecção da Criança (GNRCTPC).

Na passagem do dia de Luta contra o Tráfico, 30 de Julho, a Rede CAME vem reafirmar e congratular os esforços do governo na luta contra o tráfico de pessoas especialmente contra o tráfico de crianças, e apela a Aprovação do Plano Nacional de Combate ao Tráfico de seres humanos bem como uma maior atenção ao crescente tráfico interno para o trabalho infantil (muitas vezes o doméstico) e abuso sexual.

STOP TRÁFICO DE CRIANÇAS

“JUNTOS POR UMA CRIANÇA FELIZ”

Outros artigos:

agir

agir

O AGIR – Acções para Uma Governação Inclusiva e Responsável, é um programa de apoio e capacitação das Organizações da Sociedade Civil (OSC´s) Moçambicanas, cuja primeira fase de implementação decorreu de 2010 a 2014. Desde Janeiro de 2015 até Dezembro de 2020 decorre a segunda fase, com a duração de seis anos, tendo a Embaixada da Suécia como seu principal financiador, com apoio suplementar das Embaixadas da Dinamarca e Países Baixos.

Deixe o seu comentário

Close Menu